Cultura · Uncategorized

Minha indignação com o ENEM

Tanto se pediu e é pedido para nós nos organizar de forma coerente e coesa, para que nós respeite os direitos humanos. Para que tenhamos argumento para defender nosso ponto de vista. No entanto, não sei pensar outra coisa a não ser, no absurdo que foi a prova do ENEM.

Somos iludidos a partir do momento em que não pagamos taxa para nos inscrevermos. A partir daí a coisa se torna fácil, até porque para muitos estudantes da classe média baixa brasileira, basta comparecer no dia que irão nos convocar.

Conheço muito por maiores os anseios de estudantes, de tentar ingressar em uma universidade federal, ou privada. Porém, desafios são impostos. Pois o que fora cobrado no ENEM de 2012 não foi nada mais que a porta de entrada para estudantes da classe média alta do Brasil. Porque? O ensino das escolas públicas, a partir do fundamental, infelizmente é algo que deixa a desejar, é lamentável a qualidade de redes das escolas públicas. A esperança de ensino de qualidade cresce ao chegarmos ao ensino médio, porém, com a baixa qualidade de ensino que provinha da escola antecedente, causa um choque de conceitos e ideias. Como aprender algo que o básico não foi demonstrado?

O ensino médio das escolas públicas brasileiras, é razoavelmente bom até então.

Porém, ao realizar a prova do ENEM sou surpreendida por questões que até então, NUNCA  – prestem atenção, nunca me foi elaborado, realizados em sala de aula. Algumas poucas questões compreensíveis e basicamente fáceis de realizar, outras complexas, chatas, compridas e sem cabimento algum. Me pergunto, porque não fiz curso pré-vestibular? porque pensei que apenas com meu raciocínio e conhecimento de alguém que estudou na escola, me bastassem. Errei feio.

O ENEM meus caros, infelizmente é/está sendo destinado a classe médi alta brasileira, a quem tem grana o suficiente para investir em cursos e mais curso de reforço escolar. Chego até a pensar que qualquer dia desses não haverá nem mais ônibus para as universidades públicas.

Sem citar no absurdo das cotas. O ENEM para mim, nada mais é que uma discriminação social.

Pois um país que o ensino é um caos, uma prova de 90 questões , feita em 5:30, contando com a redação, certamente não é destinada à estudantes que cursaram o ensino público. Digo e tenho dito: O ENSINO JAMAIS PODE SER COBRADO. O ENSINO É PARA TODOS, NÃO É MESMO?

Reflitam.

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s