Inspirações · Pensamentos

On the road

Viagens! Ano novo e férias chegando, o cansaço deste ano caindo sobre nossas costas e a palavra viagem, matutando na nossas cabeças. Tentarei descrever este ano o mais breve possível, pois as perdas foram consideravelmente terríveis. Logo em janeiro o verão de 40º nessa cidade, fez com que minha pressão caísse o mais baixo possível, o que acabou com todas as minhas expectativas de saídas aos sábados e domingos. Imaginava que eu fosse sair, sentar em alguma praça, admirar o canto dos passarinhos, conversar sobre amores e coisas leves. No entanto, quase nada disso aconteceu, devido a minha pressão abaixo do meu normal, tirando a parte das conversas e dos cantos dos passarinhos (na minha casa há um ninho, enorme!).

Pois bem, com a chegada do inverno, relaxei, saberia que iria sobreviver ilesa dessa estação tão amada por todos nós. Contudo, TANHAM: passei quase que durante todo inverno de cama, em razão de eu viver com os pés no chão (literalmente), adquiri cistite. Então depostei todas as minhas últimas e caridosas esperanças na primavera. Considero, até agora a época do ano que eu mais amei, fotografei, sentei em algumas pracinhas e até ouvi o canto de alguns pássaros, até então.

Pois o mais desumano e diabólico ser, acabou com essa felicidade toda (e de mais um monte de gente que adorava a Carol)… perdi uma de minhas melhores amigas de pré-adolescência (senão a melhor). A fichinha não caiu ainda, e creio que nunca vou começar tal ligação. Nem faço questão, pois pra mim ela não foi embora, ela continua por aí. Em mundo que haja paz, sossego e ternura.

Hoje, espero que qualquer dia desses, eu vá ao mercado com meu amor, compremos bobagens e mais bobagens de comer, joguemos no banco de trás do carro, deixemos tocar aquela música deliciosa. Escolhamos um destino, seja praia, campo ou floresta e deixamos o bom da vida acontecer. A vida é curtíssima, deixe de reclamar, repense sobre o rumo que você está tomando. Pare de criticar erros alheios, deixe de se vangloriar por qualquer besteira, não se ponha no pedestal dos bobos e pense que há seres que queriam muito viver. Mas que por erro do destino acabou a gasolina na hora errada, mas que você, ainda têm chance de abastecer, pois há um posto há 5 km.

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s