Cultura · Filmes · Inspirações · Vintage

Melhores filmes que eu já assiti

Antes de qualquer coisa, estes são apenas alguns dos meus filmes favoritos. Espero que façam bom proveito, porque sempre me acontece de ir à locadora e ter milhares de filmes e eu não saber o que assistir.

Bonequinha de Luxo – Perdida entre a inocência, ambição e futilidade, Holly Golightly (Audrey Hepburn) é uma garota de programa nova-iorquina que está decidida a casar-se com um milionário, mas é então que seus planos mudam ao conhecer o jovem escritor Paul Varjak (George Peppard). 

Meu 1° Amor –Vada Sultenfuss (Anna Chlumsky), uma garota de 11 anos, é obcecada com a morte, pois sua mãe morreu e seu pai, Harry Sultenfuss (Dan Aykroyd), é um agente funerário que não lhe dá a devida atenção. É muito amiga de Thomas J. Sennett (Macaulay Culkin), um garoto que é alérgico a tudo… não posso contar mais nada. Ah, e a trilha sonora é impecável, maravilhosa e perfeita! 

E o vento levou – Foram as 4 horas mais bem aproveitadas assistindo um filme (eu tinha que dizer isso). Com Clark Gable, Vivien Leigh, mostra a relação de amor e ódio entre Rhett Buttler e Scarlett O’Hara. 

Brilho eterno de uma mente sem lembranças – Ao descobrir que sua ex-namorada se submeteu a um tratamento experimental para apagá-lo de suas lembranças, Joel decide passar pelo mesmo processo. Porém, durante a experiência, ele percebe que não quer esquecê-la. 

O Silêncio dos Inocentes – Clarice Starling (Jodie Foster), agente novata do FBI, procura por um assassino que ataca mulheres jovens e depois retira suas peles. Para construir o perfil psicológico deste psicopata, recorre à ajuda de um assassino preso que agia de forma semelhante. É o dr. Hannibal Lecter (Anthony Hopkins). 

Cisne Negro – É um thriller psicológico ambientado no mundo do balé da Cidade de Nova York. Natalie Portman interpreta uma bailarina de destaque que se encontra presa a uma teia de intrigas e competição com uma nova rival interpretada por Mila Kunis. 

Forrest Gump – Quarenta anos da história dos Estados Unidos, vistos pelos olhos de rapaz com QI abaixo da média que, por obra do acaso, consegue participar de momentos cruciais, como a Guerra do Vietnã e Watergate. 

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s